Educação Imersiva: como inovar os treinamentos corporativos.

No Brasil, cada colaborador passa, em média, 21 horas por ano em treinamentos corporativos. Imagine poder  otimizar esse tempo promovendo experiências de aprendizagem imersivas, que engajem e gerem resultados?!

Esse é um desafio compartilhado por muitas empresas,  uma vez que métodos tradicionais de ensino, podem não se adequar à realidade dos colaboradores. Isso gera desmotivação ao aprendizado e à atualização profissional. Não é possível obter resultados diferentes usando os métodos de sempre: apostilas, e-learnings densos e cansativos e treinamentos teóricos com carga horária extensa.

Para impactar os profissionais que atuam por propósitos e que precisam se sentir parte da empresa para se engajarem é preciso mudar a forma de promover educação corporativa e isso implica em mudar “o que sempre foi assim”, ou seja, demanda disposição para fazer diferente. Para engajar e gerar resultados, o colaborador precisa ser o protagonista do processo de aprendizagem. É aí que entra a Educação Imersiva:

O que é Educação Imersiva?

A Metodologia Sábios de Educação Imersiva foi desenvolvida com base em estudos de neurociência e aprendizagem experiencial e visa  otimizar  a aprendizagem corporativa por meio de experiências imersivas que  engajam e geram resultados. Aliando técnicas de gamificação e storytelling ao ciclo CRIA , a Educação Imersiva proporciona a vivência do aprendizado.

Assim, por meio de histórias que contextualizam a rotina de trabalho dos colaboradores, é possível simular desafios do dia a dia, estimulando a tomada de decisão e permitindo a aplicação prática do conhecimento retido.

Quais são as vantagens para as empresas?

Retenção do conhecimento

O colaborador passa por vários estágios no processo de aprendizagem, estimulando suas habilidades analíticas para a resolução de problemas. Assim, ele retém o conhecimento, pois atribui sentido ao aprendizado.

Teoria + Prática

Durante a experiência de aprendizagem imersiva, o colaborador pode testar o conhecimento dele, em relação a uma situação-problema, em  ambiente simulado e seguro,  o que minimiza os riscos de erro em situações reais do dia a dia de trabalho.

Feedbacks

Após  tomar uma decisão na experiência imersiva, o colaborador conta com feedbacks que orientam sobre o caminho ideal a ser seguido diante de uma situação-problema. Isso faz com que ele reflita sobre sua atitude e se sinta mais engajado.

Compartilhamento e desenvolvimento

A Educação Imersiva transforma o compartilhamento de conhecimento e a integração entre as pessoas em processos mais fluídos. Dessa forma, é possível desenvolver comportamentos e habilidades técnicas e relacionais  de forma mais dinâmica e aplicada.

Acompanhamento do desempenho

Em cada fase da história gamificada, é possível acompanhar o desempenho e a evolução do colaborador. Assim, ao identificar os principais pontos de dúvidas e de dificuldades, ,  é possível reformular os conteúdos que precisam ser  novamente abordados para se alcançar os resultados esperados.

Por onde começar?

Antes de qualquer coisa, é preciso entender como a gamificação e o storytelling podem ser aplicados em suas ações de aprendizagem.

Muitas empresas têm utilizado a Gamificação para  motivar seus colaboradores, ou seja,  para transformar a forma aprender e compartilhar conhecimento entre eles. Essa é uma forma lúdica e engajadora de estimular a competição saudável, gerar sentimento de conquista e tornar os objetivos de aprendizagem  mais  aplicáveis.

O Storytelling, por sua vez,  propõe a imersão do colaborar em uma narrativa contextualizada aos problemas e  às dores  da empresa.  Essa prática desenvolve a capacidade de interpretação de problemas e a reflexão/imaginação de soluções, mudando a forma de interação com  o conhecimento abordado , já que o  colaborador imerge em um universo que faz parte do dia a dia dele.

Tags: educação imersiva, Metodologia Sábios de Educação Imersiva, retenção do conhecimento, Sábios,